Depois de muita novela,imagem o Tata Nano finalmente começa a ser vendido. A promessa de um carro de 1 lakh, ou cem mil rúpias, foi cumprida, “pero no mucho”. Esse é o preço pela versão básica saindo da fábrica. Para o consumidor, ou seja, da concessionária para a frente, ele vai custar a partir de 112.735 rúpias, ou exatos R$ 5.021, 10, ao câmbio de hoje. Agora, só falta entregar o carro, mas isso também não será para agora.

Ciente da corrida que provocará com a oferta do carro mais barato do mundo, a Tata desenvolveu um sistema de reservas para o Nano. Ele começará a dar frutos apenas em julho deste ano, quando as primeiras unidades do carrinho serão entregues.

Antes de falar do sistema de reservas, convém falar dos dados técnicos do Nano, que foram confirmados hoje. Ele terá 3,1 m de comprimento, 1,5 m de largura e 1,6 m de altura, com um motor traseiro de dois cilindros, todo de alumínio, com 624 cm³, 35 cv a 5.250 rpm e 48 Nm a 3.000 rpm. O raio de esterço, de apenas 4 m, facilitaria manobras no trânsito urbano, enquanto o interior seria 21% mais espaçoso que o do menor carro à venda no mercado indiano atualmente.

Com um peso de cerca de 600 kg, ele será capaz de atingir 105 km/h de velocidade máxima. Se o desempenho não empolga, consumo e emissões são dignos de nota: ele faz 23,6 km/l, o que, com seu tanque de 15 l, dá uma autonomia de 354 km. Em termos de dióxido de carbono, ele libera apenas 101 g/km. A garantia oferecida para o Nano é curta: 18 meses ou 24 mil km, o que vencer primeiro.

Print

 

 

 

 

 

 

 

É claro que aqui ninguém é um grande entendedor de carros par saber todas as informações contadas acima, mas o que importa é que o Tata Nano é o carro mais barato do mundo e o mais importante de tudo, é um dos carros menos poluentes do mundo e economico também.

 

propaganda-perfumes

Anúncios