09_MHG_temporao

Um caminhoneiro, de 29 anos, que esteve na Argentina e estava internado no Rio Grande do Sul, foi o primeiro caso confirmado de morte no país causada por influenza A, a nova gripe. Segundo a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul, a vítima era de Erechim. O Ministério da Saúde, porém, não deu detalhes do paciente.

Segundo o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, o paciente passou sete dias na Argentina e teve os primeiros sintomas da doença no dia 15 de junho quando ainda estava no país vizinho. Ele foi internado em 20 de junho, no Rio Grande do Sul e, no dia 23, segundo Temporão, teve uma piora, com “sintomas que evoluíram para um quadro de insuficiência respiratória”.

A morte do paciente se deu 64 dias após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar que o mundo enfrentava uma pandemia da nova doença.

Anúncios