lg_photo_coke_rhinestoneA Coca-Cola é pela décima vez consecutiva a marca global mais valiosa segundo ranking da InterBand. A pesquisa foi divulgada nesta sexta-feira (18) e constatou que a marca mais famosa de refrigerantes do mundo vale US$ 68 bilhões.

A IBM se manteve em segundo lugar com valor estimado em US$ 60 bilhões. A Microsoft, empresa de Bill Gates, vem em terceiro com US$ 56 bilhões, enquanto a G&E repete o desempenho do ano passado na quarta posição. A Nokia aparece logo em seguida.

O Top 10 da lista contém as mesmas marcas presentes em 2008, mas algumas empresas mudaram de posição. A principal mudança ficou por conta do McDonald’s, que passou da oitava para a sexta posição, ultrapassando Toyota e Intel, estas agora respectivamente nas oitava e nona posições.

O Google é a marca que mais se valorizou no cenário da crise, cresceu 25% e pulou da décima para sétima posição e está avaliada em quase US$ 32 bilhões.

De acordo com a pesquisa, a soma dos valores das 100 marcas valiosas ficou neste ano em US$ 1,21 trilhão, 4,6% a menos que a cifra alcançada em 2008. Apesar da baixa, o valor das cem primeiras colocadas vem crescendo em média 5% ano menos.

GYI0051176240.JPGA Apple chegou pela primeira vez no ranking da 20 mais valiosas chegando a US$ 15,4 bilhões, 12% a mais do que no ano passado quando era a 24ª. Com US$ 7,8 bilhões, a Amazon teve a segunda melhor cifra de crescimento com 22% e está pela primeira vez entre as 50 mais valiosas no 43º lugar – foi 62º em 2007 e 58º em 2008. A grife Zara também entrou nas 50 mais, crescendo 14%.

Sete novas marcas ingressaram no ranking das 100 mais, entre elas estão: Lâncome, Burger King, Adobe, Puma, Burberry, Polo Ralph Lauren e Campbell’s. As que deixaram a lista foram AIG, ING, Merryl Lynch, Motorola, Hennessey, Marriot e Fedex.