20090306010942-310x254Corte

As ameaças à presença do Morumbi como palco da abertura da Copa do Mundo de 2014 estão cada vez maiores. Joseph Blatter, presidente da FIFA, na tarde desta terça-feira, deu declarações contrárias ao estádio do São Paulo que “rebaixou” a arena tricolor e, de quebra, deu a entender que o Pacaembu está na disputa.

“Se a informação que ouvimos está correta, o prefeito de São Paulo [Gilberto Kassab] disse que vai ter um novo estádio, então não terá nenhum problema. Temos uma lista de exigências para a categoria 1, e até agora o Morumbi não está nela, mas não quer dizer que ele está fora da Copa”, disse Blatter, citando, na verdade, o anúncio feito nesta terça-feira de que serão investidos R$ 250 milhões para reforma do Pacaembu.” afirmou Joseph.

Projeto do Novo Pacaembu

Projeto do Novo Pacaembu

Logo após a frase do presidente da Fifa, Ricardo Teixeira e Jerome Valcke começaram uma conversa paralela na mesa em que Blatter discursava. Ao perceber, o mandatário da entidade máxima do futebol interrompeu sua fala e, após brincar com a dupla, disse: “não posso mudar meu ponto de vista, mas se vocês quiserem falar…”.

Percebendo o teor do comentário feito por Blatter, o porta-voz do Comitê Organizador Local (COL), Rodrigo Paiva, afirmou no final da entrevista coletiva que o secretário municipal de Esportes de São Paulo, Walter Feldman, havia ligado para informar sobre a reforma do Pacaembu, mas em nenhum momento teria citado que o estádio, que é de propriedade da Prefeitura, ficaria no lugar do Morumbi.

Nesta terça-feira, Feldman anunciou que serão investidos R$ 250 milhões para modernização do Pacaembu, sendo que o Corinthians teria se disposto a arcar com R$ 100 milhões deste total. A assessoria de imprensa de Kassab, por sua vez, reforçou o apoio do prefeito ao projeto de reforma do Morumbi para a Copa do Mundo de 2014.