A Walt Disney confirmou Johnny Depp no quarto filme da série Piratas do Caribe. E não foi com um salário qualquer, mas por 60 milhões de reais! A bolada o tornará o ator mais bem pago de Hollywood, desbancando Tom Cruise, Tom Hanks e Mel Gibson.

Segundo o jornal Telegraph, os diretores da Disney concordaram em dar o salário polpudo à Depp porque Keira Knightley e Orlando Bloom, que interpretam Elizabeth Swann e Will Turner, respectivamente, não retornam à próxima aventura. Com o posto de protagonista feminina em aberto, Penélope Cruz foi sondada.

Nada melhor do que uma boa quantia de dinheiro para convencer um ator contrariado. O norte-americano quase desistiu do papel com a demissão do presidente do Conselho de Administração da Walt Disney, Dick Cook. O executivo era um dos grandes apoiadores do intérprete do capitão Jack Sparrow na trilogia de piratas excêntricos.

Piratas do Caribe: Em Marés Estranhas seria centrado na fonte da juventude, citada em No Fim do Mundo, e acompanharia o capitão Sparrow em busca da cidade perdida de Atlantis. O quarto longa-metragem da saga tem estreia prevista para 2011.

Diferentemente dos primeiros filmes da saga que foram comandados por Gore Verbinski, a direção da nova empreitada ficará a cargo de Rob Marshall, que trabalhou em Chicago (2002) e Memórias de uma Gueixa (2005). A trilogia lançada em 2003 já arrecadou mais de 2,7 bilhões de dólares em bilheteria.