O silicone de Amy Winehouse segue dando o que falar. Dessa vez, as próteses são notícia porque levaram a cantora a se internar numa clínica semana passada. Quem confirma a visita ao hospital é o próprio pai de Amy em seu programa na internet, o “Mitch Winehouse’s Showbiz Rant”.

“Não foi por causa do resfriado. Ela está bem, só teve um pequeno vazamento (apontando para seu peito)”, disse em seu programa. Oficialmente, a internação de 15 de novembro aconteceu devido a uma reação que ela teve a um remédio para gripe.

Em fase inspirada no Campeonato Brasileiro e na Copa Sul-Americana, o Fluminense conseguiu uma classificação suada e heroica à final do torneio continental com uma vitória por 2 a 1 contra o Cerro Porteño, no Estádio do Maracanã, nesta quarta-feira. O clube carioca já havia vencido o primeiro duelo, no Paraguai, por 1 a 0.

Clique aqui para ver o vídeo ! !

Depois da partida, os jogadores do Cerro Porteño ficaram nervosos com a derrota e iniciaram uma verdadeira pancadaria no gramado. Alguns jogadores do time paraguaio saíram para o vestiário levados pela polícia. O Fluminense aguarda agora o vencedor de LDU e River Plate-URU, nesta quinta-feira, para saber seu adversário na decisão. O time uruguaio ganhou o primeiro jogo por 2 a 1.

Você acha que os jogadores envolvidos devem ser punidos? Comente…

De acordo com o vídeo abaixo, na última sexta-feira, o cantor Dudu Nobre encerrou um show na cidade de Manhuaçu (MG) alegando falta de segurança. Altair Campos, um dos organizadores do evento, subiu ao palco e, além de repreender os brigões da plateia, também criticou o cantor, que, segundo ele, não teria cumprido o contrato.

Irritado, Dudu Nobre voltou ao palco acompanhado por seguranças, tomou o microfone das mãos de Altair e ratificou seus argumentos. A atitude deu início a um bate-boca. Veja no vídeo abaixo:

0,,21928252-GDH,00Kanye West estragou a festa de Taylor Swifit na noite deste domingo. A cantora country ganhou o troféu de melhor vídeo clipe feminino, batendo nomes de peso como Beyoncé, Katy Perry, Kelly Clarkson, Lady Gaga e Pink. Visivelmente surpresa com o anúncio, Taylor subiu ao palco para agradecer o prêmio.

Foi neste momento que Kanye West invadiu o palco e interrompeu o discurso de agradecimento da vencedora. “Eu estou feliz por você, mas Beyoncé fez um dos melhores clipes de todos os tempos”, afirmou o rapper após tirar o microfone da cantora. Beyoncé ficou passada com a situação e Taylor Swift não teve reação, parecia não estar acreditando no que estava acontecendo.

Veja o vídeo abaixo do momento em que isso tudo aconteceu:

No dia seguinte, Kanye West pediu desculpas em seu blog pela saia-justa, ele escreveu: “Peço mil desculpas a Taylor Swift, seus fãs e sua mãe (Andrea). Falei com a mãe dela, e ela disse o mesmo que a minha diria. Ela é muito talentosa! (…) Eu sou o errado por tirar o momento dela.”

Kanye continua, dizendo que o clipe de Beyoncé, em sua opinião, é o melhor da década, pede desculpas a seus fãs pelo comportamento e tenta explicar o que aconteceu.

“Eu dei o meu prêmio para o Outkast quando achei que mereceram mais do que eu. Não sou louco, só real. Me sinto mal por Taylor e estou sinceramente arrependido”.

     018015323-ex00mult

     Segundo relato de torcedores, a Polícia Militar atirou bombas de efeito moral após correria por conta da chuva. De volta para parte de dentro, o tumulto terminou com cerca de 20 feridos e parte do patrimônio tricolor quebrada.

      A Polícia confirma as bombas, mas explica que o caos começou após uma outra bomba ter sido atirada no Portão 15, por alguém que não foi identificado. Um torcedor que não quis dizer seu nome afirmou ainda que a confusão começou porque membros da principal organizada do Timão provocaram os policiais e atiraram objetos neles.

     018011378-ex00cade

      No setor vip, onde ficaram os corintianos que pagaram R$ 90 pelo bilhete, três cadeiras foram quebradas, uma delas atirada no gramado. O vidro que separava essa área da arquibancada onde ficaram os alvinegros que tinham entradas de R$ 40 também foi quebrado.

     Os feridos começaram a ser tratados no ambulatório do Morumbi, e constantemente chegavam ambulâncias com mais torcedores. Os funcionários do local cuidaram de cerca de 20 pessoas. Nenhum dos torcedores corria risco de morte, e a maioria dos casos era de fratura.