0,,31922163-FMMP,00O comediante Marcos da Silva Herédia, de 28 anos, o Zina do programa Pânico, da RedeTV!, preso na quarta-feira (28) com pequena quantidade cocaína, continuará trabalhando na emissora. A informação é do diretor de comunicação da TV, Caetano Bedaque.

“Nós lamentamos o ocorrido, mas o Zina continuará no programa”, disse Bedaque, por telefone, ao G1 nesta quinta (29). Segundo o diretor, o humorista “não está dando entrevistas” para comentar o assunto.

Zina foi detido na quarta e liberado no mesmo dia na delegacia na Zona Norte de São Paulo, após assinar um termo circunstanciado (documento usado em ocorrências de menor potencial ofensivo). Policiais militares haviam encontrado droga com ele, após denúncia anônima de que um homem estaria armado na região.

Segundo laudo do Instituto de Criminalística (IC), havia 10 decigramas de droga com o Zina. Ele vai responder em liberdade por porte droga. Segundo o delegado responsável pelo caso, Renato Climas, a pena deverá ser prestação de serviços comunitários.

 

 

Anúncios

robsoncaetanoO ex-atleta e repórter da Globo, Robson Caetano, de 45 anos, foi detido, na tarde de hoje, na 16ª DP (Barra da Tijuca) suspeito de agredir a mulher. De acordo com um amigo, a briga começou ainda no apartamento do casal na Barra da Tijuca, onde Robson teria arrombado a porta de um dos quartos.

Discutindo, eles deixaram o imóvel e foram até a Reserva, onde o ex-atleta jogou fora a chave do carro. Uma patrulha do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes) passou pelo local e deteve Robson Caetano. Ele e a mulher foram levados para a delegacia. A mulher do comentarista esportivo acaba de chegar à DP após realizar exame de corpo de delito. Ela está sendo ouvida pelo delegado Carlos Augusto Nogueira. Robson Caetano pode ficar preso com base na Lei Maria da Penha.

O mais famoso DJ do Brasil, é acusado por uma família de Belo Horizonte de abusar sexualmente de G., uma menina de quatro anos. Ele nega que tenha tido qualquer contato próximo com a menina e disse que os pais dela têm objetivo de ganhar dinheiro às custas da história. “Acho que eles armaram esse circo para me incriminar, me condenar e depois pedir indenização”, disse Marlboro, que se chama Fernando Luiz da Matta, tem 45 anos e trabalha com música há 30.

dj_marlboro

“Eles estão falando, falando, expondo a filha deles, e eu não posso falar nada… A polícia veio aqui em casa, levou três computadores, pen drives, grampeou meus telefones por quatro ou seis meses, de casa, da empresa, celulares, e não achou nada. Tem foto de mulher pelada; qual é o computador de homem que não tem? Mas de criança, não”, afirmou Marlboro, referindo-se à acusação de que teria fotografado relações sexuais com G.

A mãe de G. deu um relato impressionante a jornais cariocas: “Quando ela chegou e começou a demonstrar através de gestos uma relação sexual, imitou, pegou a cabeça do irmão colocou no meio da perna dela, e falou ‘O Fernando fez assim comigo’, eu passei a não ter dúvida. Ela é a única pessoa que estava presente que falou. A psicóloga tem um relatório que faz parte do processo que fala que houve abuso do tipo sensorial. Ela tem dificuldade de tocar no assunto, porque isso é uma ferida. Evita falar, sofre, não dorme. Eu tenho medo do futuro da minha filha. Eles são doentes. Eu quero punição. “

    Nesta quinta-feira, 19, foi divulgada a primeira imagem de Rihanna com o rosto ferido. O site “TMZ” publicou a foto em que o rosto da cantora aparece desfigurado, o que seria fruto de uma agressão de seu ex-namorado, Chris Brown. Compare o antes e depois da agressão.

 

018208070-exh00

    A polícia de Los Angeles abriu uma investigação interna para apurar o vazamento da foto. “O departamento de polícia leva muito a sério o dever de manter a privacidade das vítimas de violência doméstica”, afirmou uma nota oficial da polícia.

     A foto foi publicada pelo site americano TMZ. A polícia pediu que quem tiver informações sobre o vazamento entre em contato para ajudar na investigação.

     Segundo a fonte, a briga começou quando Rihanna interceptou uma mensagem de texto no celular de Brown. E ela teria afirmado à polícia que não era a primeira vez que apanhava do namorado. Desta vez, segundo o site, “ela teria dado o primeiro soco”.  A fonte do E!Online também informa que, depois de 48 horas da prisão de Brown, um tablóide teria oferecido “mais de cem mil dólares” para um policial por uma foto.

celulares